• Noticias

Redes sociais

Acompanhe também as nossas páginas nas redes sociais

Até sempre, Professor!

O professor de História do 3.º ciclo João Camacho Vinagre morreu no dia 8 de abril, vítima de um enfarte. Duas alunas das suas duas turmas no Colégio dos Plátanos deixam o seu testemunho.

Foi com grande pesar que recebemos a notícia do falecimento do nosso professor João Camacho Vinagre. Todos os alunos lamentam muito a morte de um professor e conselheiro incrível.

Foram libertadas lágrimas e lamentos assim que tomámos conhecimento da notícia. Houve, inclusive, muitos alunos e até em conjunto que elaboraram diversas dedicatórias nas redes sociais que foram transmitidas aos familiares do adorado professor.

Desde alunos atuais a alunos que deixaram o colégio já há uns anos, todos choraram com a morte de um professor que colocava sempre os alunos em primeiro lugar, que valorizava a aprendizagem e o nosso bem-estar acima de tudo. A vocação do Professor João Camacho era mesmo ensinar.

Texto de Inês Alenquer 9.ºA

Ao saber da infeliz notícia do falecimento do meu professor de História, João Camacho, não conseguia ter reação, pois foi tão inesperado que não conseguia acreditar.

Quando percebi que era mesmo verdade fiquei muito triste por várias razões: o professor João não era igual aos outros pois tinha um sorriso contagiante que se destacava, era generoso com os alunos e colegas, compreensivo ao tentar arranjar sempre uma boa solução para tudo, tentava perceber as nossas dificuldades para nos ajudar a superá-las e tinha uma energia tão boa que ninguém ficava indiferente. Nós, enquanto alunos, tínhamos vontade de ir às aulas e aprender coisas novas.

Muitos são os momentos felizes que guardo e acho que toda a turma sente o mesmo, pois aqueles 90 minutos de aula semanais, onde havia tempo para trabalhar mas também para brincadeiras, não serão esquecidos. Hoje tenho a certeza que o professor, para além de um grande professor, que me ensinou bastante, era uma grande pessoa, que conseguia deixar todos bem-dispostos, e um amigo que tentava sempre ajudar.

Por tudo isto e muito mais, o professor fará muita falta a todos e nunca nos iremos esquecer de tudo o que fez por nós, nem da pessoa especial que era. Obrigada por tudo. As saudades já são muitas...

Texto de Joana Furtado 8.ºC

Marcações: Todos os alunos